Dea, pagode e amor

Queria escrever um pouco sobre a minha irmã Déa…. Tão única…cheia de ginga, do samba…
Idealista, Charlotte…
Ela é péssima na cozinha.. se queima , queima as panelas…
Tem a história do sofá. Toda vez que ela faz comida ela dá uma descansadinha no sofá da casa dela. Daí, queima tudo, e o Well se diverte..

Quando ela era pequena, vendia canetinhas japonesas usadas na escola. Era umas canetinhas fininhas, perfumadas e pequenas com a tampa de bolinha..Ela devia ter uns 5 anos. As mães se queixaram e o negócio dela foi encerrado.

Hj em dia ela faz bijus e vende mais caro pq estão dentro de um saquinho super legal . Que esse saquinho é de amostra grátis de pílula anticoncepcional que ela pega no consultório da minha tia…essa é a Déa..

Ela me ensinou a ser uma paparazzi oportunista. Ela achou uma revista de fofoca em que vc ganha 100 reais se mandar foto de celebridade.. Daí eu mandei uma foto do Jesuíno. Poxa 100 reais não é nada mal..

Uma vez brigamos na rua. Eu, Dea e Dri. Nós e mais quatro meninas, pau de louco, cabelo, soco na cara.. e a cena que me marcou foi ver a Dea batendo a cabeça de uma menina na placa de um carro parado.

Agora vamos pra Itália juntas… estou muito feliz com isso.

Anúncios

Um comentário em “Dea, pagode e amor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s