As bandidas

Uma tarde agradável de frente para a praia, uma festa com pessoas interessantes e amigas,  um final de tarde lindo. O padrasto de uma amiga, contemplando a mesa de meninas que ele viu crescer e agora estavam no caminho dos 40, vira e diz: viraram todas bandidas…

Arregalei os olhos, tentando entender qual era o significado daquele suposto adjetivo. ” como assim?” – perguntei no mesmo segundo. Ele começa a explicar, com a ajuda da mulher : nenhuma daquelas meninas, que estudaram em um colégio católico famoso da cidade  se fecharam para a vida. Não seguiram o modelo quadradinho de família, cada uma procurou o seu próprio jeito de ser  feliz.

Paro e reflito. Uma mãe solteira, cheia de vida e engraçadíssima, a outra com 2 filhinhas, saindo de uma separação  e com um namorado coberto de tatuagem que a tratava com muita delicadeza.

Todos com uma coisa em comum: a incerteza da vida, onde que ela nos leva…e uma certeza: ela é muito curtapara viver comforme o olhar dos outros.

Eu tambem faço parte das bandidas; não me conformei em ter uma vidinha preconizada.

E vc? Foi você mesma? Ou o relfexo dos olhos de alguém?

 

Anúncios

4 comentários em “As bandidas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s