E os acomodados que se mudem

Queria mandar muita gente a merda. Imagina, só no trânsito parece que isso é permitido : quando alguém te fecha você pode mandar a merda.  Mas, se você está em uma loja e a vendedora é estúpida é muito raro alguém olhar no olho dela e dizer categoricamente : Vai à merda !

Ou, para a velha que passa na sua frente depois de horas que vc está na fila com um maço de contas dos netos, nora e porteiros : Vai à merda.

Eu lembrei de uma passagem quando eu era novinha, devia ter uns 19 anos. Havia uma loja que se chamava Gota d’água. Sempre que eu e minhas amigas entrávamos, éramos esnobadas pelas vendedoras que nos olhavam de cima a baixo como se fossemos merdas entrando no mundo de roupas perfeitas e meninas estilosas.

Era sempre assim… Pergunta quanto que é? ahh, vai você…

Naquela época não haviam outras lojas com roupas trendy, só sobrava a Gota d’água… que tortura.

Um dia, entramos na loja nós três. Enquanto uma amiga perguntava, a outra olhava e eu tava com dor de barriga. Os olhares esnobes e os preços ditos pela vendedora saíam sempre com um ar de eterna superioridade.

Foi quando eu peidei. Silencioso, envenenado, contaminando aquela loja de paredes brancas imaculadas, e saí silenciosamente , e contendo o ataque de riso que estava por vir. Uma vendedora comenta: – que cheiro é esse? – minhas amigas percebem que já estou no corredor me contorcendo de rir.

Foi meu modo de mandar `a merda.

 

 

Anúncios

Um comentário em “E os acomodados que se mudem

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s