O verde Ana Hickmann

E lá estava ela, correndo pra ver quem chamava nervosamente pelo skype.

Do outro lado, a pessoa que chamava  poupou todo aquela introdução que as pessoas geralmente dispensam quando ficam um tempo sem se ver,  e foi nervosamente direto ao assunto:

– Oi Drei, td bem. Quero te contar uma coisa, senão vou enlouquecer.

– Do que vc está falando?

– O Esfiha Drei, o Esfiha…

– O que houve com ele?

O Esfiha namorou dois anos a Veridiana. Rapaz tímido e quieto, ela foi a primeira namorada dele.

– Drei, ele me ligou, queria falar comigo – disse Veridiana – fiquei animada sabe? A gente nunca mais conseguiu se entender depois que o pai dele morreu.

Me arrumei toda, pensei : vai rolar né?!

Quando nos encontramos ele tava bem tranquilo, mas com uma roupa esquisita….ele tava um travecão Drei… um travecão.

Disse que quando me conheceu se sentiu atraído e se apaixonou, achou que nem era gay. Porém , ele ainda gostava de ver fotos de travestí e homens na internet. Então, quando o pai dele morreu ele resolveu se assumir. Ele me disse que foram dois anos de luta interna contra aquele sentimento. Porém nesses dois anos continuamos a nos encontrar e era tudo normal , se é que me entende…

Porém, eu percebia que ele não gostava mais de mim como antes, que tinha alguma coisa, mas ele nunca confessava.

Daí foi isso, ele me ligou no final de semana dizendo que queria me ver. Um filminho passou pela minha cabeça e logo pensei que ia rolar e a cabeça vai além né? Pensei que a gente ia resolver tudo.

Aí ele chega e começa a falar tudo aquilo, e a roupa dele! Uma camisa laranja com xadrez, calça justíssima. A unha feita lixada meio pontuda, todo  depilado , braço, perna tudo dizendo que era gay, que sempre soube que era. O pior é que ele disse que quando estávamos juntos ele acreditou que eu mudaria isso! Porém não mudou, e que ele gosta de homem, de traveco, de bicha afetado, que gosta de ser ativo e passivo, que já sentiu vontade de colocar calcinha…Que adora fazer sexo oral em homem e gosta mais de ser passivo.

E o esmalte, o esmalte era verde Drei, eu perguntei que verde que era aquele. Ele disse que era verde da Ana Hickmann.

Anúncios

2 comentários em “O verde Ana Hickmann

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s