O verdadeiro estupro dos 30

Arregaçaram os lábios vaginais e filmaram, arrombada, passa um trem. Ela acordou no meio da loucura: dois seguravam os braços e um estava sobre e outro embaixo, fodendo sem parar enquanto uma horda assistia. Ela tem 16 anos.

Ela vai embora, quando não sabemos. Volta no local para procurar o celular que foi roubado.  Continuar lendo “O verdadeiro estupro dos 30”

Anúncios

Obsessão

Eu melhorei muito nas minhas angústias e nóias quando tive uma revelação meditando; estava eu obcecada por um grande problema no trabalho, não conseguia dormir direito, não conseguia ser feliz na maior parte do tempo. – A revelação foi que o problema era a minha mente. A minha postura mental de ficar deixando ele chegar na minha cabeça 24 horas, os milhões de porques que eu me perguntava – porque chegou a esse ponto? porque ele está sendo tão ingrato? o quanto isso vai me prejudicar?

Todas essas perguntas saíam de mim, e tudo que vira obsessão não é bom. Obsessão com casa muito limpa, com homem, com dinheiro, com beber muita água – sei lá . A vida me ensinou que obcecar não é bom.

Algumas pessoas que acompanhei ao longo da vida e obcecaram com alguma coisa ou alguém enfrentam sérios problemas de saúde.

Então, vamos tentar manter a mente limpa ás vezes  e encarar melhor nossas angústias. O problema pode não estar no outro, mas sim na gente.

A velha e o mar

Na fila mofando, minha mãe coitadinha, esperando no carro torrando. O calor está insuportável. A fila imensa anda devagar. O correio tem apenas dois funcionarios atendendo e todos os outros guiches estão fechados.

Fico olhando as pessoas na fila. Jovens, idosos, office boys todos com aquela cara de desânimo do verão escaldante e e estar em uma fila ridiculamente lerda e imensa.

Quando estou na reta final da fila , faltando uma pessoa na minha frente, ela entra : a senhora idosa. A situação é confusa porque ela ficou do lado de um velhinho que estava duas posições a minha frente. Pergunto para a moça na minha frente: – “Ela tá com ele? ” no que ela responde prontamente ” Sim!”  – ela mesma não acredita no que está prestes a acontecer.

Apesar de ver uma fila imensa a senhora idosa simplesmente entrou na frente de todos e foi direto ao caixa sendo atendida prontamente. Ela não estava com o velhinho, a senhora idosa entrou no vácuo.

– ” A Senhora viu a fila aqui atrás?”

– É meu direito.”

– “Eu não estou vendo que esse caixa é especial. Minha mãe tambem é idosa e ta torrando no carro me esperando.”

– Voce devia ter deixado sua mae na fila.

– Não me aproveito da idade  de ninguém pra passar na frente.

– Eu sou idosa!

– Uma coisa é ser idosa, outra é ser folgada.

– %%$####*7&&&

– Bla bla bla bla

Quando cheguei no caixa, estava no correio errado. Velha filha da puta.

A culpa boa ou feliz separação

Sofrí. Na primeira semana sentia falta dele. O coração apertado, falta de ar , vazio planetário.

Não conseguia definir bem o que me fazia sentir falta dele. Nos últimos meses me irritava com pequenas e grandes coisas que ele nem imaginava. Um menino homem infantilizado, irresponsável. Eu nao aguentava mais aquele peso sob meus ombros; a vida já é tão filha da puta e exige tanto da gente, que um anexo que não encara ela de frente pesa toneladas.

O medo de ficar sozinha me fez continuar por quase 4 anos; medo de não conseguir achar outra pessoa que me amasse.

Os dias foram passando e eu conversando todos os dias com ele, o vendo de vez em quando. O  vazio , a saudade virou realidade, os problemas as conversas mal resolvidas vieram com ele ; a irresponsabilidade crônica tambem. Ele começou a pesar de novo, e fez eu ter absoluta certeza de que tomei a decisão certa.

E a vida tá leve, tá feliz.